Novo regulamento da inspeção de produtos de origem animal prevê penas mais severas

O presidente Michel Temer e o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) assinaram nesta quarta-feira (29), no Palácio do Planalto, o novo Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (RIISPOA). Entre as mudanças introduzidas na legislação está a elevação de penalidades. Por meio de medida provisória, a multa máxima a ser aplicada, no caso de irregularidades, passa de R$ 15 mil para R$ 500 mil, anunciou Maggi. Outra medida mais dura é a perda do selo SIF (Serviço de Inspeção Federal) por empresa que cometer três irregularidades gravíssimas em um ano.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Veja o texto original na íntegra.

Com o Sistema GreenLegis – Conformidade Legal as empresas do ramo alimentício podem conhecer e controlar o atendimento à legislação aplicável ao seu estabelecimento e seus produtos, com a melhor tecnologia e conteúdo do mercado, a um excelente custo-benefício. Saiba mais aqui.

Post Recentes

Cores para identificação de tubulações de gases industriais: ABNT atualiza requisitos

Nova regulamentação para os níveis de iluminamento nos locais de trabalho

Publicada alteração da NR 20 – Inflamáveis e Combustíveis

Publicado novo Regulamento para a Fiscalização de Produtos Controlados pelo Exército

A transição para a NBR ISO 9001:2015 vence em 15 de setembro

Publicado novo marco legal do saneamento básico