Novo regulamento da inspeção de produtos de origem animal prevê penas mais severas

O presidente Michel Temer e o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) assinaram nesta quarta-feira (29), no Palácio do Planalto, o novo Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (RIISPOA). Entre as mudanças introduzidas na legislação está a elevação de penalidades. Por meio de medida provisória, a multa máxima a ser aplicada, no caso de irregularidades, passa de R$ 15 mil para R$ 500 mil, anunciou Maggi. Outra medida mais dura é a perda do selo SIF (Serviço de Inspeção Federal) por empresa que cometer três irregularidades gravíssimas em um ano.

Fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Veja o texto original na íntegra.

Com o Sistema GreenLegis – Conformidade Legal as empresas do ramo alimentício podem conhecer e controlar o atendimento à legislação aplicável ao seu estabelecimento e seus produtos, com a melhor tecnologia e conteúdo do mercado, a um excelente custo-benefício. Saiba mais aqui.

Post Recentes

Publicado novo Regulamento do Código de Mineração

Prazo para adesão ao CAR é estendido até o fim do ano

20 mil empresas são autuadas descumprimento da legislação ocupacional

Logística Reversa será condicionante do licenciamento ambiental

Prorrogado prazo para entrega do Relatório anual do IBAMA

Acordos firmados no Fórum Mundial da Água fortalecem consciência sustentável