Comissão de Agricultura discute novas regras para identificação de transgênicos

Segundo a proposta do PLC 34/2015, que muda as regras para identificação de alimentos transgênicos, os produtores não precisarão mais informar no rótulo do produto a existência de organismos geneticamente modificados (OGMs), se a concentração for inferior a 1% da composição total. Caso a concentração de OGMs seja superior a 1%, os produtores devem incluir a informação no rótulo, tanto nos produtos embalados quanto nos alimentos vendidos a granel ou in natura.

Fonte: Senado Notícias – Leia o texto original na íntegra.

Com o Sistema GreenLegis – Conformidade Legal as empresas podem conhecer e controlar o atendimento à legislação de qualidade e segurança de alimentos aplicável às suas atividades e produtos, com a melhor tecnologia e conteúdo do mercado, a um excelente custo-benefício. Saiba mais aqui.

Post Recentes

Publicado novo Regulamento do Código de Mineração

Prazo para adesão ao CAR é estendido até o fim do ano

20 mil empresas são autuadas descumprimento da legislação ocupacional

Logística Reversa será condicionante do licenciamento ambiental

Prorrogado prazo para entrega do Relatório anual do IBAMA

Acordos firmados no Fórum Mundial da Água fortalecem consciência sustentável